Entre o passado e o presente: reflexões sobre a verdadeira liberdade

HomeAMPRO

Entre o passado e o presente: reflexões sobre a verdadeira liberdade

No dia 13 de maio de 1888, celebramos o Dia da Abolição da Escravidão, uma data marcante na história do Brasil. Mas será que compreendemos verdadeiram

Conheça a Diretoria AMPRO! Biênio 2024-2025
Associado(a), usufrua das nossas sedes!
Dia das Mães

No dia 13 de maio de 1888, celebramos o Dia da Abolição da Escravidão, uma data marcante na história do Brasil. Mas será que compreendemos verdadeiramente o impacto desse evento e suas consequências até os dias atuais?

A Lei Áurea, foi o resultado de uma longa luta contra a escravidão, liderada por movimentos abolicionistas, sociedade civil e pelos próprios escravos durante as décadas de 1870 e 1880.

No entanto, isso não significou automaticamente a integração dos ex-escravos à sociedade. Pelo contrário, deu início a um problema estrutural que ainda assombra o Brasil nos dias de hoje.

É crucial refletir sobre como a sociedade da época encarou esse fato e como suas consequências reverberam até os dias atuais. A falta de meios para a integração dos negros libertos levanta questões sobre como essas pessoas, tratadas como propriedades por séculos, foram socializadas.

Como esse evento moldou a sociedade em que vivemos hoje? Será que a exclusão resultante desse processo contribuiu para o fortalecimento das desigualdades sociais e raciais no Brasil? Mesmo após a libertação de mais de 700 mil escravos, o movimento negro conquistou total liberdade dentro da sociedade?

A AMPRO, comprometida com os valores de igualdade e inclusão, repudia qualquer forma de discriminação e valoriza medidas que promovem a inclusão de todas as pessoas na sociedade.